top of page

Quarentena - uma reflexão de luz

Atualizado: 2 de dez. de 2020


Esta pandemia que tem assolado o nosso planeta me levou a algumas reflexões que eu gostaria de apresentar para vocês de forma despretensiosa. Eu percebi que não sabemos lidar muito com o tempo livre que recebemos devido estarmos reclusos em nossas casas, me refiro a quem conseguiu o tão sonhado Home Office, eu passei a querer arrumar algumas coisas que tinha levado meses e por não dizer anos para arrumar, coisas que acabaram passando e caindo no esquecimento e que nem o Any.Do conseguiu me ajudar.


Outra coisa que percebi neste processo é o silêncio que incomoda muito em minha mente agitada, não to sabendo lidar muito com ele não, honestamente acho que na verdade nunca lidei muito bem, preciso do contato das pessoas, preciso de abraço, preciso estar perto de quem amo, dos meus amigos por perto e de minha família também. Depois que este caos mental passa e o silêncio se instala, passamos a falar muito conosco mesmo e refletir sobre o que de fato é importante, parece óbvio mas em nosso cotidiano não vemos o que é essencial.


Nestes processo mental que relatei acima, também refleti muito sobre a fotografia em minha vida, o que teremos pela frente em termos de economia e o quanto isso afetará os profissionais que atuam em diversas áreas relacionadas como: Fotografia de Família, Casal, Pre Wedding, Casamentos. O quanto isso afetará quem trabalha com as crianças em ensaios e fotos do tipo newborn? Muitos fotógrafos trabalham exclusivamente com isso e muitos estão sem saber o que fazer diante deste cenário.


Ainda neste contexto o que temos de informações é que depois de setembro a coisa começa ficar um pouco mais calma. Então refletindo aqui sobre os primórdios da fotografia, mais precisamente ao francês Joseph Nicéphore Niépce, que é reconhecido como o autor da primeira fotografia em 1826. Eu fiquei pensando sobre tantas coisas já registradas por meio da fotografia em momentos de dificuldade, em crises. Da época do Joseph até os dias atuais quantos registros incríveis foram feitos, tantas dificuldades que foram superadas. Eu queria sugerir que pudesse se desligar só um pouco de tanta notícia ruim, e imaginasse um momento melhor lá na frente.


O que quero dizer com isso tudo? As vezes precisamos parar, o mundo está parando. Não temos escolha a não ser esperar este baita problema passar e rezar para quem amamos e tantas outras pessoas possam sobreviver. Este é um momento oportuno para reciclar, voltar a estudar, evoluir profissionalmente. Que tal pegar sua câmera e fazer uma geral nela? Que tal pegar algum conteúdo para aprofundar seus conhecimentos no youtube, por lá está cheio disso. Que tal fotografar seu cotidiano de quarentena e escrever como está sendo este processo? Não pare de evoluir, não desista, continue se dedicando e lembrem-se “Isso tambem vai passar”.


Apenas uma reflexão que estou tendo na minha quarentena, espero que te traga alguma luz para que não desanime.


Smile!!!

28 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page